Brincadeira é Coisa Séria:
O lugar do brincar na educação da criança pequena

1. Roda, roda, roda... pé, pé, pé...

Brincar faz parte da infância. O olhar para a educação da infância precisa contemplar e privilegiar os espaços de brincadeira.

2. Cuidar/Educar: onde entra a brincadeira?

Do que cuida o educador em seu trabalho diário de educação? Ao cuidar dos tempos e dos espaços de brincadeira, de convivência, de construção de conhecimento, o educador se responsabiliza por viabilizar um elemento central da aprendizagem das crianças. Cuidar para além do corpo: um foco intencional do educador da primeira infância.

3. A Brincadeira nos diversos momentos da infância.

Nas diferentes faixas etárias o brincar ganha elementos e características preponderantes. Corpo e mente se encontram em cada momento da infância para compor a brincadeira e as aprendizagens. Conhecer estes aspectos instrumentaliza o professor para desenvolver situações significativas de aprendizagem.

4. Desenvolvimento infantil: por que o professor precisa conhecer?

As teorias do desenvolvimento ganharam grande espaço nos projetos de educação infantil. Entretanto, muito se utilizou delas para avaliar habilidades, estabelecer padrões de comportamento e patamares de aprendizagem.

Nosso objetivo neste módulo é oferecer espaço para reflexões que coloquem a teoria do desenvolvimento em diálogo com as intenções educativas, reconhecendo a criança e não os postulados teóricos.

Receba nossas novidades

Creches CEDUC
Rua Albino Puttini, 170 - Jundiaí - SP - CEP 13209-462
Tel. (11) 4523-0755 - 4523-0591
FacebookGoogle Maps